Mercado odontológico: empreendedorismo e odontologia uma relação indispensável

8 minutos para ler

Certamente, o sonho de muitos dentistas, sejam os recém-formados nas faculdades de odontologia do país ou os que já têm alguma experiência no mercado, é a abertura de uma clínica ou consultório próprio. Entretanto, nem sempre os profissionais da área se preparam devidamente para os desafios de gerir um empreendimento, superar a forte concorrência do setor e promover o crescimento de seus negócios dentro do mercado odontológico.

Em outras palavras: os dentistas precisam compreender que, a partir do momento que abrem uma clínica ou consultório, eles passam, também, a ser empreendedores, já que terão de lidar com questões como a gestão financeira, de estoques, pessoas etc.

Nesse sentido, não basta ser um bom profissional, é preciso unir capacidade técnica com uma mentalidade empresarial que garanta o sucesso e o retorno sobre o capital investido.

Além disso, será papel dos dentistas que têm clínicas ou consultórios próprios, promover a inovação em seus empreendimentos, o fortalecimento do posicionamento de mercado, a diversificação de produtos e tratamentos, trabalhar para o encantamento dos pacientes e, de modo geral, terão ainda que implementar um acompanhamento efetivo e detalhado da evolução de seus negócios.

Então, como desenvolver o espírito empreendedor tão necessário para que uma clínica odontológica seja bem-sucedida? Desvendaremos essa questão nos próximos tópicos deste artigo. Não deixem de conferir!

A busca por conhecimento

O primeiro passo para ter sucesso com a gestão de uma clínica consiste na busca por conhecimentos que envolvem tanto o estudo do setor odontológico em si (seus níveis de concorrência, perspectivas de crescimento, necessidades específicas do mercado odontológico) quanto o desenvolvimento de habilidades gerenciais indispensáveis para a condução do dia a dia de uma clínica.

O lado positivo desse processo de imersão é que hoje em dia já é possível contar com uma série de conteúdos relevantes no mundo digital. Blogs, sites de organizações e entidades empresariais, além de portais especializados, facilitam a busca por conhecimento de dentistas que precisam aprimorar suas capacidades de gestão.

Além disso, é sempre possível procurar cursos e entidades como o Sebrae, por exemplo, que oferecem muito apoio para os empreendedores de primeira viagem.

Em nosso blog você também poderá encontrar diversos conteúdos capazes de auxiliar no cotidiano da sua clínica. Ao final desta leitura, que tal aproveitar e ver dicas de como melhorar a gestão de sua clínica e aprender um pouco mais sobre um panorama do setor odontológico?

A necessidade da implantação de processos gerenciais

Só adquirir conhecimentos, não basta. É preciso colocá-los em prática! Uma das falhas dos jovens empreendedores, não só do mercado odontológico, mas também de outros setores, é não implementar processos quantificáveis, com uso de indicadores que permitam que se acompanhe a evolução de um negócio, tanto para saberem o que está dando certo quanto para analisarem e corrigirem os pontos em que será preciso melhorar.

Processos gerenciais claros permitem ainda que os empreendedores tenham uma base confiável para os processos decisórios e não baseiem o futuro de suas clínicas considerando o “acerto e erro”.

Sendo assim, o empresário deve mapear todos os processos da sua empresa. Isso o ajudará a entender mais sobre o negócio, de modo que ele busque soluções para tornar os processos mais eficientes.

Por exemplo, se ele verificar que seus fornecedores costumam entregar os materiais em cima da hora, colocando em risco a qualidade da sua gestão, ele deve entender todas as etapas que levaram a equipe responsável pelo processo de compras a contratar essas marcas.

Entendendo o modo como as coisas acontecem, é possível aperfeiçoá-las, reduzindo as chances de que crises ou prejuízos ocorram.

Com essa visão, por exemplo, a Odontoclinic oferece para todos os seus franqueados um sistema de gestão empresarial inovador, que possibilita que dentistas e investidores acompanhem, de modo claro e intuitivo, a evolução de suas clínicas, além de oferecer ferramentas para um gerenciamento eficiente do dia a dia de um empreendimento do setor odontológico.

O suporte para o crescimento

mercado odontológico

Com conhecimento e implantação de processos gerenciais você terá trilhado importantes passos na construção de uma mentalidade empreendedora. Entretanto, uma jornada no mundo dos negócios pode, sim, contar com um suporte que impulsione o crescimento de uma empresa. No setor odontológico, uma boa alternativa para quem deseja contar com a solidez e confiabilidade de uma marca já reconhecida no mercado é investir no setor de franquias odontológicas.

Para se ter uma ideia, o mercado de franquias é um dos mais estáveis do país, crescendo continuamente mesmo nos últimos anos de crise que afetaram o Brasil, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Dentro do franchising, o mercado odontológico faz parte do setor de saúde, beleza e bem-estar, nicho que mais cresceu e que liderou as tendências de expansão do segmento de franquias. Em 2019, de acordo com o Sebrae de Minas Gerais (Sebrae/MG), esse segmento foi o que mais trouxe sucesso aos seus franqueados.

Como se não bastassem esses números, ao investir no mercado de franquias, o dentista tem a possibilidade de dispor dos franqueadores para aprimorar indicadores de gestão, planejamentos de marketing e estudos de viabilidade dos negócios.

Para que um empresário tenha acesso a tantos estudos, ele precisará contratar uma boa agência de marketing para desenvolver essas pesquisas. Trata-se de um grande investimento, que nem sempre possível a todas as empresas.

Por outro lado, tentar fazer esses relatórios sozinho, sem entender a metodologia e estratégia, cria uma série de erros nos resultados, inviabilizando tais pesquisas.

Por fim, não ter esses estudos traz riscos ao investimento, já que o empreendedor terá que tomar várias decisões sem ter embasamento para isso. Por isso, quem investe uma franquia acaba tendo mais segurança no seu dia a dia, pois as franqueadoras desenvolvem estudos de marketing de forma adequada e constante.

Para quem está dando os seus primeiros passos no mercado de odontologia, contar com a ajuda de uma marca experiente ainda contribui para que a empresa escolha produtos adequados aos tratamentos, melhorando a qualidade do tratamento oferecido aos pacientes — e, consequentemente, a imagem da empresa.

Na Odontoclinic, além de tudo isso, os investidores podem contar com os produtos e tratamentos mais inovadores do mercado à disposição de seus pacientes.

Isso gera a confiança por parte de uma rede que se preocupa com um atendimento de excelência (preocupação essa que nos rendeu o “Prêmio Época Reclame AQUI: as melhores empresas para o consumidor” de 2019) e com uma marca sólida que já favorece o crescimento de 200 clínicas em todo o Brasil, gerando mais de 9 mil consultas por dia e com cerca de 70% dos franqueados tendo mais de uma unidade.

Importância da boa gestão empresarial

Uma empresa que atua no mercado odontológico pode sofrer com influências internas e externas. As influências externas têm a ver com o mercado de odontologia, com a economia do país, com o acesso das pessoas a crédito, com o acesso dos fornecedores à matéria-prima de outros países etc.

No momento em que este artigo é escrito, o mundo lida com os impactos da pandemia de COVID-19, por exemplo. Muitas empresas fechadas, pessoas com medo de se contaminarem, profissionais trabalhando com novos protocolos sanitários etc. Tudo isso exigiu uma mudança de gestão nas empresas — uma mudança rápida e eficiente.

Paralelo a isso, existem momentos em que o mercado está indo bem, mas a empresa não consegue ter lucro — mesmo lotada de pacientes. Nesses casos, fica nítida a existência de erros na gestão.

Tais erros podem fazer com que o empresário precifique incorretamente os seus serviços, use matéria-prima mais cara do que o necessário, atenda uma faixa de público que não é a adequada etc.

Nos dois casos em que a empresa precisa aperfeiçoar a sua gestão, ela precisará de informações de confiança. Só assim é possível mudar os processos rapidamente, se adequando às novas realidades do mercado, evitando prejuízos.

Como vimos, empreender no mercado odontológico exige uma série de cuidados — como acontece em qualquer segmento. São esses cuidados que fazem com que as chances de prejuízos ao empreender caiam consideravelmente.

De acordo com um estudo publicado pelo Sebrae, a falta de gestão adequada é uma das principais causas relacionadas ao insucesso das empresas brasileiras que fecham nos primeiros anos de vida.

Se você quiser se manter sempre informado sobre empreendedorismo, marketing e mercado odontológico, assine a nossa newsletter. Enviamos uma seleção de materiais de forma gratuita.

Guia do empreendedor: saiba o que considerar antes de começar um negócio de franquiaPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário