Transformando crise em oportunidade: veja o que você pode fazer para sair fortalecido desta situação

7 minutos para ler

Momentos de dificuldades sempre vão existir, trazendo preocupações para os gestores, como a pandemia provocada pela COVID-19, por exemplo. Porém, muitas empresas estão transformando crise em oportunidade. Isso é possível ao buscar formas de enfrentar o momento da melhor forma e se fortalecendo no mercado.

O fato é que toda grande crise traz um efeito de consolidação. “Empresas menos estruturadas não têm tantas condições. Com isso, aquelas que se organizaram e sobreviveram conseguem ter um ganho de mercado e melhoram a penetração”, comenta Lucas Romi, que é Sócio e Vice-presidente de Expansão e Novos Negócios na Odontoclinic.

Portanto, é essencial implementar ações visando superar as dificuldades e obter melhores resultados. Para ajudar nessa tarefa, Lucas Romi traz dicas importantes para uma boa gestão de crise. Acompanhe este post e melhore seu negócio!

Transformando crise em oportunidade: como é possível?

A principal forma de transformar a crise em oportunidade é aproveitar o momento para definir e implementar estratégias que ajudem no amadurecimento do negócio. Afinal, a consolidação da marca e a eficiência dos gestores são segredos do sucesso, como aponta um estudo da Harvard Business Review.

Essas são medidas essenciais para uma empresa se solidificar no mercado, fortalecendo a marca e trazendo diversos benefícios a longo prazo. Para isso, existem algumas práticas que você pode aplicar, veja só!

Reavalie a gestão da clínica

Uma das principais preocupações que surgem durante a crise é a queda no número de pacientes e, claro, do faturamento. No entanto, é possível aproveitar esse momento para rever como está a gestão de clínicas, encontrar os pontos que precisam de melhoria e montar um planejamento estratégico.

Também é fundamental rever os planos anteriores, principalmente relacionados ao orçamento e novos investimentos. Sem dúvidas, a crise afetará as projeções realizadas. Assim, é fundamental readequar os dados para buscar novas estratégias que serão adotadas no decorrer do ano.

Renegocie contratos

Outra prática fundamental é buscar formas de renegociar os contratos. Conseguir reduzir os custos durante a crise ajudará na manutenção da saúde financeira para poder retornar ao mercado com mais força quando o cenário se normalizar.

Vale a pena conversar com os fornecedores para encontrar as medidas mais adequadas para todas as partes, como a concessão de descontos, parcelamentos ou aumento do prazo para pagamento.

“Além disso, renegociar aluguéis e utilizar a linha de crédito para folha de pagamento, facilitando o cumprimento das obrigações trabalhistas e a manutenção de dinheiro em caixa, trarão fôlego aos negócios”, aconselha o sócio da Odontoclinic.

Trabalhe a presença digital

A pandemia acelerou o processo de transformação digital em todas as empresas, então, uma forma de transformar a crise em oportunidade é trabalhar a presença digital. Lucas sugere Inbound Marketing, mídia paga e demais estratégias que ajudem sua clínica a se aproximar do público.

O entrevistado traz o exemplo de uma campanha pioneira implementada pela franquia, com o objetivo de tirar dúvidas de leitores que sejam ou possam se tornar pacientes, os apoiando com informações importantes sobre saúde bucal. Tudo isso de forma online, fazendo bom uso do cenário digital.

Fortaleça a imagem da clínica

transformando crise em oportunidade

Com a presença digital e ações adotadas para lidar com a crise, mesmo fora da internet, é possível fortalecer a imagem da clínica. Isso ajudará na consolidação do negócio e garantirá mais destaque no mercado.

Nessas situações, é importante que a marca se posicione de forma humana, mostrando que não é apenas um negócio, mas que existem pessoas por trás da clínica, que elas têm consciência social e o desejo de ajudar a sociedade. Se a empresa tiver condições de investir em causas sociais, vale pesquisar as ações mais próximas para prestar suporte.

Faça parcerias com outras empresas

As parcerias entre empresas também são uma opção importante para criar oportunidades de estreitar laços e ajudar o próximo. Para o entrevistado, “a questão de solidariedade é um efeito positivo da pandemia. Vejo que as empresas e pessoas, de modo geral, estão mais solidárias.”

Em tempos de crise, nem sempre é fácil contar com meios de investir nesse tipo de ação, mas a união de diferentes empresas pode aliviar a carga financeira envolvida e criar oportunidades para prestar auxílio a quem precisa. Um exemplo citado por Lucas é a criação de parcerias com a Oral B, assim, as franqueadas conseguem apoiar as comunidades locais com entregas de kits de higiene bucal.

Apoie quem já é cliente

Outra estratégia de quem está transformando crise em oportunidade é mostrar disposição para negociar com os pacientes e facilitar o pagamento das obrigações assumidas, pois eles podem estar em dificuldades.

Como as clínicas odontológicas também são importantes para a saúde, essas condições se tornam um diferencial para que as pessoas consigam realizar os tratamentos necessários e evitar complicações.

Abrir uma clínica odontológica: este é um bom momento?

Com o cenário de crise, alguns profissionais imaginam que este não é um bom momento para abrir uma clínica. No entanto, a situação pode ser bastante benéfica para quem se preparar corretamente e investir em uma gestão de qualidade.

Infelizmente, muitas clínicas que não contavam com uma boa gestão e um planejamento completo, mantendo uma reserva de emergência, podem ter que encerrar as suas atividades por causa dos efeitos da crise.

Aqui, o sócio da Odontoclinic pontua que as empresas com boa gestão podem se beneficiar com isso, pois “vão encontrar um mercado com uma concorrência menor e, de certa forma, vão se apropriar disso”. Assim, mesmo que a curto prazo todos sofram com a crise, é possível acelerar o processo de consolidação do negócio a longo prazo.

Mais flexibilidade nas negociações

Uma das práticas utilizadas por quem está transformando crise em oportunidade é aproveitar a maior flexibilidade nas negociações. Como muitas empresas estão focadas em estratégias para manter as atividades e a movimentação no caixa, é possível conseguir melhores condições de pagamento ou descontos mais atrativos.

Isso significa que é possível negociar melhores termos nos contratos de locação e na aquisição dos itens necessários para o funcionamento da clínica. É possível encontrar pontos disponíveis com ótimas localizações e preços baixos, já que os proprietários precisam de novos inquilinos e o cenário da crise não é muito favorável.

Sobre isso, Lucas trouxe um exemplo interessante de como estão transformando crise em oportunidade: “conseguimos um ponto em Sete Lagoas, MG, um dos melhores da cidade, com um valor de 30 a 40% do que seria, com nove meses de carência.” Por ser uma região central, ele enfatiza que essa é uma oportunidade fora do comum.

Prazo até o início das atividades

Outro ponto importante é que a abertura da clínica odontológica exige a realização de obras para personalizar o espaço e deixá-lo pronto para atender os pacientes. Em geral, esse processo leva entre três ou quatro meses, ou seja, o cenário terá mudado até o início das atividades.

Dessa forma, ao abrir uma clínica durante a crise, o gestor aproveita o período de baixa para fazer as alterações necessárias no ambiente e contará com um quadro melhor quando começar a atender. Vale lembrar que nessa época, o governo também instituiu diversas medidas de apoio às empresas, com linhas de crédito, flexibilização de normas trabalhistas e outros benefícios para ajudar a superar a crise.

Agora que você já sabe as práticas adotadas por quem está transformando crise em oportunidade, faça um planejamento para aplicar essas dicas no seu negócio e garantir melhores resultados no futuro.

Gostou deste conteúdo? Se você quer saber mais dicas sobre o tema, entenda agora mesmo por que vale a pena investir em uma franquia odontológica!

Posts relacionados

Deixe um comentário